Pronomes Relativos

Cultura & Cotidiano por Juliana Marcondes

  • Contato
  • Sexta

    Por Juliana Marcondes

    Sem saber,
    senti.
    Sem voltar,
    parti.
    Sem chorar,
    segui.
    Sem querer,
    saí.
    Sem.
    Mais.

    IMG_2282.JPG
    Dublin. Outono, 2014.

    Share on Tumblr

    QUINTA

    Por Juliana Marcondes

    Quase
    o fim
    do dia.
    Fim
    do que
    um dia
    quis.
    Fiz
    da quinta
    o fim.
    Sim.

    IMG_2278-0.JPG
    Lisboa. Verão, 2014.

    Share on Tumblr

    QUARTA

    Por Juliana Marcondes

    Quando
    quis
    que fosse
    inteiro
    foi

    meio.
    Do que
    fica.
    Do que
    era.
    Resta
    quase

    um
    quarto.


    Lisboa. Verão,2014.

    Share on Tumblr

    Terça

    Por Juliana Marcondes

    Terça
    parte.
    Tenho.
    O que?
    A quem?
    Volto,
    a ser.
    Torço,
    sem ter.
    Tudo.

    20141118-002046.jpg
    Lisboa. Outono, 2014.

    Share on Tumblr

    Tiago Bettencourt

    Por Juliana Marcondes

    Dia desses descobri um músico português que tem canções lindas.

    Tiago Bettencourt é de Coimbra e desde 2003 integra uma geração de cantores portugueses que se dedicam a composições que misturam o lirismo das letras com arranjos modernos, bons de se ouvir.

    Falar de música é complicado, melhor mesmo é escutar. E sentir.

    Minhas preferidas: Outono, Jardim, Se me aproximar e Canção do Engate.

    20141019-125723.jpg

    Tiago Bettencourt
    Portugal, 2014

    Voltando

    Por Juliana Marcondes

    Andei sumida, é verdade. Não gosto da desculpa de falta de tempo. Talvez tenha sido um “tempo” de falta de energia mesmo.

    Mas vamos voltando, devagar.

    Há um ano atrás, antes de embarcar para Portugal, não podia imaginar que esse poema de Leminski, postado às pressas antes de entrar no avião, faria hoje tanto sentido.

    Que venha um novo ano de Lisboa, continuando uma viagem que foi, partida.

    20141004-122200.jpg

    Lisboa, 04.10.14.

    Share on Tumblr